Boi Gordo

Mercado do boi gordo firme em SP

Notícias | Deixe um comentário

Houve valorização no mercado do boi gordo em São Paulo. Foi a segunda alta consecutiva.

No início da semana foram poucos os negócios no estado, o que reduziu as escalas de abate. Na maioria dos casos estas atendem entre dois e três dias. Segundo levantamento da Scot Consultoria, o preço referência está em R$101,00/@, à vista, mas existem boiadas compradas em valores maiores.

Os animais a termo têm sido fundamentais na composição das escalas de algumas empresas. As demais têm aumentado as ofertas de compra. O mercado atacadista a demanda não evoluiu e as cotações se mantiveram.

Para os próximos dias a expectativa é de melhoria na demanda, com o varejo indo às compras, se abastecendo para as vendas de início de mês.

por Hyberville Neto

fonte: Scot Consultoria

sementes

SP: agronegócio brasileiro pode crescer 38% nos próximos 10 anos, diz Roberto Rodrigues

Notícias | Deixe um comentário

Um recente estudo feito pelo DEAGRO – Departamento do Agronegócio, da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, projeta crescimento de 38% na produção agrícola brasileira nos próximos 10 anos. A informação foi dada, na sexta-feira (23/8), pelo ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, durante palestra no Fórum ABISOLO, promovido em Ribeirão Preto – SP, de 21 a 23/08, pela Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal.

“As projeções do estudo foram feitas com base no desempenho da produção nos últimos anos e comprovam que o país tem tudo para alcançar a meta proposta pela OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, de aumentar sua produção em 40% até 2050 para dar conta de um crescimento de 20% na demanda mundial por alimentos”, comentou o ex-ministro. Ele salientou ainda que isso só será possível em virtude do expressivo ganho de produtividade que o Brasil conseguiu ao investir no desenvolvimento de tecnologia voltada especificamente para clima tropical. “Temos a melhor tecnologia tropical do mundo”, assegurou o ex-ministro.

Segundo ele, prova disso é que, enquanto a área plantada nos últimos 20 anos cresceu 40%, a produção física aumentou 220%, resultando num aumento de produtividade da ordem de 128%. “Se tivéssemos as condições tecnológicas de 20 anos atrás, seriam necessários mais 68 milhões de hectares para atingir nossa atual produção. Em outras palavras, preservamos 68 milhões de hectares. E isso é sustentabilidade”, comentou.

Apesar das projeções otimistas, o ex-ministro observou, no entanto, que, para se alcançar esse nível de crescimento, será necessário equacionar alguns gargalos e obstáculos. “Falta uma logística que nos dê condições de competir; uma política comercial baseada em acordos bilaterais e regionais; estímulo ao seguro rural; além da definição de uma estratégia por parte dos produtores que seja amparada por um Ministério da Agricultura forte e prestigiado”, finaliza o ex-ministro. Sem isso, a seu ver, o Brasil pode assistir ao crescimento de outros países numa área onde o país tem tudo para ser líder mundial.

Fonte: ABISOLO. 26 de agosto de 2013.

gado_boi

Mercado firme para boi gordo

Notícias | Deixe um comentário

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.