Sem categoria Archives - Sementes Agromax

porco boi e frango

Exportações de Carnes até Setembro Crescem 9,6% em Volume

Notícias, Sem categoria | Deixe um comentário

As exportações de carnes in natura no período de janeiro a setembro deste ano somaram 4,370 milhões de toneladas, volume 9,6% superior ao embarcado em igual período do ano passado. A receita recuou 1,4% para US$ 8,826 bilhões. O preço médio caiu 10% para US$ 2.020/tonelada.

As vendas externas de carne suína in natura continuam ascendentes e no acumulado do ano atingiram 474 mil toneladas. O crescimento foi de 41,2% em relação aos nove primeiros meses do ano passado. A receita subiu 11,5% para US$ 966 milhões.  O preço médio caiu 21% para US$ 2.038/tonelada.

Na carne bovina in natura o volume exportado cresceu 8,4% para 831 mil toneladas, enquanto a receita recuou 1,6% para US$ 3,291 bilhões. O preço médio recuou 9,2% para USR 3.960/tonelada.

No caso da carne de frango in natura houve aumento de 6,3% no volume embarcado, que atingiu 3,065 milhões de toneladas. A receita recuou 3,6% para US$ 4,568 bilhões. O preço médio caiu 9,2% para US$ 1.490 por tonelada.

Fonte da Notícia – Portal Agroin

Autoria: Venilson Ferreira

exportação de carne Brasileira cresce nos EUA

MS é um dos estados que poderá exportar carne in natura para os EUA

Notícias, Sem categoria | Deixe um comentário

Foi anunciado na última segunda-feira (29) pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, que depois de 15 anos os Estados Unidos liberaram a importação de carne in natura de 14 estados do Brasil. O próximo passo para que os negócios entre os dois países envolvendo esse produto volte a acontecer é os estados selecionados busquem se habilitar para a venda ao mercado norte-americano.

Além de Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Sergipe são os estados que poderão exportar carne aos Estados Unidos.

Com a reabertura do mercado americano para a carne bovina brasileira, a expectativa é que o país aumente em 100 mil toneladas por ano, as exportações do produto em todo o mundo. Com isso, 95% da agroindústria exportadora brasileira será favorecida.

Nesta terça-feira (30), o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deverá publicar o comunicado oficial em que reconhece o status sanitário do rebanho bovino brasileiro, o Final Rule, necessário para a importação de carne in natura proveniente do Brasil.

Vicenzzo Vicchiatti

Mercado do Boi gordo em alta

Preço do boi deve se Acomodar no 2º Semestre, mas 2015 Será Rentável para o Pecuarista

Notícias, Sem categoria | Deixe um comentário

Mercado sem significativas alterações na semana passada, apesar de a referência ter recuado em alguns estados. O movimento de alta mantido desde o início do ano perdeu força.

Na média geral de levantamento, considerando todos os estados e categorias, o preço médio ficou estável em relação à semana anterior.

As cotações das categorias jovens estão mais frouxas. A resistência imposta pela forte valorização dos últimos meses e a recente melhoria na oferta são fatores que colaboram para este cenário.

No mercado do boi magro, houve ajustes de preços nas duas direções. Um fator relacionado ao futuro dos preços da categoria será o comportamento das cotações do boi gordo, fortemente pressionadas nos últimos dias, em momento de mercado altamente especulado.

De qualquer forma, em curto prazo, a disponibilidade de bovinos para reposição não deve apresentar recuperação e este deve continuar sendo o principal fator de precificação do mercado.
Fonte da informação: Scot Consultoria

carne-bovina-in-natura

Em outubro foram embarcados US$539,2 milhões em carne bovina in natura

Notícias, Sem categoria | Deixe um comentário

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações de carne bovina in natura somaram US$539,2 milhões em outubro, aumento de 7,4% em relação a setembro e de 11,0%, frente ao mesmo mês de 2012.

Foram embarcadas 118,6 mil toneladas métricas, quantidade 5,8% maior que em setembro e 17,8% acima do observado no mesmo mês do ano passado.

Este foi o maior volume exportado desde junho de 2007, quando foram vendidas 138,2 mil toneladas de carne bovina in natura.

Apesar de corresponderem, em média, a menos de um quinto da produção, as exportações têm colaborado com o escoamento da carne e com o cenário de preços firmes observado no mercado do boi gordo ao longo de 2013.

Por: Hyberville Neto

Fonte: Scot Consultoria