vacinação contra febre aftosa Archives - Sementes Agromax

aftosa

Começa Nesta Quarta Nova Etapa de Vacinação Contra Aftosa

Notícias | Deixe um comentário

Começa nesta quarta-feira, 1, a segunda fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O único Estado que não participará é Santa Catarina, que já é considerado livre da doença sem vacinação. A etapa se estende até o dia 30 de novembro na maior parte das áreas.

De acordo com o calendário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os Estados que deverão vacinar todo o rebanho, independentemente da idade, são Acre, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Paraná, Roraima e São Paulo. Nos demais, a segunda dose será aplicada apenas em bovinos e bubalinos de até dois anos.

Na primeira etapa de vacinação deste ano, realizada a partir de maio, a cobertura vacinal atingiu 98,28% do rebanho. De 195,4 milhões de cabeças, foram vacinados 192,1 milhões.

Praticamente todos os Estados do país são livres da febre aftosa com vacinação (Amazonas e Amapá, que ainda faltam, devem receber em breve o reconhecimento pelo Mapa). A meta básica do Plano Estratégico de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), com duração prevista para dez anos, é fortalecer e consolidar o Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) para a retirada total da vacinação contra a febre aftosa até 2023.

A dose da vacina é de 5 ml e a temperatura de conservação do produto pode variar entre 2°C a 8°C. As agulhas devem ser substituídas com frequência (a cada 10 animais) para evitar infecções. A dose é aplicada na tábua do pescoço dos bovinos e bubalinos e a Declaração de Vacinação deve ser formalizada no serviço veterinário oficial de cada Estado. O produtor que não vacinar seus animais fica sujeito a multa.

Cuidados na vacinação - O médico veterinário da Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Nilton Mesquita, explica que o manejo adequado e o bom acondicionamento e aplicação da vacina são indispensáveis para evitar as chamadas reações vacinais. Confira algumas dicas:

Aplicação:
> Conservação adequada da vacina (temperatura, local e tempo, conforme recomendação do fabricante);
> Aplicação adequada para reduzir riscos de reações adversas;
> Higienização de materiais e esterilização de seringas.

Ambiente:
> Revisar as instalações;
> Manter o piso limpo e seco;
> Avaliar a estrutura do curral, tronco e porteiras.

Animais:
> Manejo adequado e sem pressa;
> Planejar o manejo com antecedência;
> Separar os animais por lotes;
> Utilizar tronco de contenção;
> Conduzir os animais, após o procedimento, para locais com sombra, água e alimento.

Fonte: Mapa e Acrimat

Aftosa

São Paulo Inicia Vacinação Contra a Febre Aftosa em Primeiro de Maio

Notícias | Deixe um comentário

O estado de São Paulo inicia no próximo dia primeiro a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos. A campanha vai durar todo o mês e vale para animais com até dois anos, que somam 4,5 milhões das 10,3 milhões de cabeças existentes no território paulista.

São Paulo não registra um caso de aftosa há 20 anos. Embora não detenha o maior rebanho comercial do país, é corredor de exportação de carne bovina. O calendário de vacinação contra a aftosa no Estado para este ano foi lançado na segunda-feira (25/4) durante a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP). O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vacinou um bezerro, depois de participar da abertura da feira.

“São Paulo está atento à sanidade animal para que nenhuma doença comprometa os rebanhos paulista com reflexos negativos na renda do produtor e para os agronegócios”, disse o secretário de Agricultura do Estado, Arnaldo Jardim, que acompanhou o governador.

Leia a notícia na íntegra no site Revista Globo Rural